Home Artigos Conheça as principais lesões do ciclismo e previna-se delas

Conheça as principais lesões do ciclismo e previna-se delas

1901
0
COMPARTILHAR
Previna-se lesões bicicleta queda
Curta nossa página no Facebook

O ciclismo (Mountain bike, BMX, Cicloturismo etc) é um dos esportes com menor índice de lesões.

Na grande maioria das vezes, as lesões ocorrem por estresse de treinamento (overtraining) em ciclistas de competição. Em ciclistas que pedalam por prazer, as lesões em geral aparecem em função do mau ajuste da bicicleta e/ou uso inadequado da bike.

Em profissionais são comuns as tendinites de joelho, no Tendão de Aquiles, dores na região lombar, na cervical e dos músculos do trapézio.

Principais lesões:

QUEDAS:

A maior incidência de lesões no ciclismo é decorrente de quedas e acidentes. Utilizar sempre os equipamentos de segurança sendo o mais importante o capacete e observar as regras de segurança no trânsito, respeitar as leis, transitar com atenção e conduzir a bike de maneira a evitar acidentes preventivamente.

TENDINITES NO JOELHO:

O movimento de pedalar é feito principalmente  pelo Quadríceps mais especificamente pelo Vasto medial. Uma pedalada com técnica errada ou pedalada com muita sobrecarga (subidas, pedaladas travadas) vai sobrecarregar esta musculatura e pode causar lesões.

Como Prevenir

Escolha o tamanho de quadro correto para seu tamanho. Observe as regulagens e ajustes para seu corpo. Evite pedalar em marchas muito pesadas para não sobrecarregar os joelhos. Realizar aquecimentos antes e alongamentos depois dos exercícios.

CONDROMALÁCIA PATELAR:

Trata-se do desgaste da cartilagem existente entre a patela e o fêmur. Normalmente gera dor na parte de trás ou ao redor da patela.

Essa dor pode ser em virtude do aumento da compressão da cartilagem entre a patela e o fêmur, que por sua vez pode ser motivado pelo mau posicionamento do ciclista sobre a bicicleta.

Esse tipo de lesão pode ser causado pelo desequilíbrio entre os músculos vasto lateral e vasto medial; nesse caso a dor é normalmente na parte medial inferior da patela.

Como Prevenir

Ajuste a posição do selim para frente e para trás, até achar a regulagem perfeita para as suas dimensões. Se você não tiver muita noção de ajustes para adequação do equipamento, procure um profissional que faça um bikefit.

Além dos ajustes, ele pode recomendar a substituição de peças ou componentes que se adequem melhor ao seu corpo.

LOMBALGIA:

São as dores lombares, mais conhecidas como dores nas costas. Em geral é decorrente da posição mal ajustada do ciclista sobre a bike. Os músculos que podem ser afetados são os Paravertebrais, Multífidos, Quadrado Lombar, Glúteos, Piriforme e Isquiotibiais.

O mais comum é a dor na região do músculo do quadrado lombar (fica entre a primeira vértebra lombar até a segunda vértebra sacal, conhecidas como L1 e S2). A escolha do tamanho do quadro e as regulagens corretas podem evitar as lombalgias.

Como Prevenir

Realizar alongamentos diários e após os exercícios.

Pedale por um período de tempo que não cause dores nas costas. Vá aumentando este tempo gradativamente. Cada um tem o seu limite.

Faça exercícios abdominais. Um abdomen fortalecido é fundamental para a sustentação e estabilização do corpo do ciclista sobre a bike.

LESÕES MUSCULARES:

Ocorre principalmente no Tríceps sural e nos quadríceps, em geral por, overuse (excesso de uso). Alongue-se diariamente e após os exercícios.

Como Prevenir

Procure praticar musculação para promover o fortalecimento dos grupos musculares envolvidos no ciclismo.

Procure descansar depois de treinos muito árduos e de competições. O descanso deve fazer parte de seu treinamento.

PARESTESIA PENIANA:

Nada mais é que a dormência e falta de sensibilidade na região entre as pernas, que vai apoiada no selim da bike. Nas mulheres ocorre a parestesia dos grandes lábios.

O nervo pudendo quando submetido a uma compressão por longo período de tempo, passa a ter menor sinal de impulso nervoso, o que leva a perda de sensibilidade temporária. Não há relatos de perda de potência devido ao ciclismo.

Como Prevenir

Cada um deve conhecer o limite de tempo que pode ficar sentado sobre a bike. Profissionais treinam até 9 horas por dia numa boa. Para iniciantes, apenas 20 minutos pode gerar incômodo.

Use bermuda de ciclismo com o forro feito de uma espuma de alta densidade, mesmo em aulas de ciclismo indoor.

Procure adquirir um selim vazado no centro que ajuda a aliviar a pressão nessa região.

FACITE PLANTAR:

É a sensação de queimação na planta do pé, dor na parte posterior da sola do pé ao tocar o chão.

Geralmente o pior momento da dor acontece durante os primeiros passos pela manhã ou durante o início da corrida. Dentre os fatores predisponentes encontram-se a falta de alongamento e aquecimento, mais comum em pés cavos, obesidade, pronação e supinação excessivas e idade avançada.

Como Prevenir

Procure usar sapatilhas próprias para ciclismo.

Evite usar calçados com sola muito mole.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here