Home Notícias Cidade Bolsa ciclista é aprovada na câmara de vereadores de São Paulo

Bolsa ciclista é aprovada na câmara de vereadores de São Paulo

453
0
COMPARTILHAR
Curta nossa página no Facebook

A câmara de vereadores de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (24), em última votação no plenário, o texto do projeto de lei municipal que prevê um auxílio de manutenção para as pessoas que utilizam a bicicleta como meio de transporte na capital paulista.

O PL é de autoria do vereador Police Neto e cria o Programa Bike SP, que incentiva o uso de bicicleta como meio de transporte.

Bolsa Ciclista é aprovado como PL Programa Bike SP

Com o Projeto de Lei, negociado com a prefeitura de São Paulo,  o Bilhete Único passa a se chamar Bilhete da Mobilidade e os usuários que fizerem parte do percurso diário de bike acumulará créditos, que serão calculados conforme a distância, o local e o horário percorridos, e poderão ser recebidos em dinheiro ou utilizados na compra ou contratação de serviços em uma rede credenciada.

Atualmente, a Prefeitura de São Paulo tem um custo anual de de R$ 2 bilhões para arcar com parte dos custos da tarifa e esse custo não irá aumentar.

Atualmente, a Prefeitura subsidia R$ 1,91 dos R$ 3,80 da passagem de ônibus. “Cada vez que uma pessoa deixar de usar o transporte público e passar a andar de bicicleta, a Prefeitura economizará, no mínimo, R$1,91 por viagem. Este valor será transferido para a conta sistema de créditos ao trabalhador ciclista”, explicou o vereador Police Neto.

Os condutores de automóveis que optarem pela bicicleta como meio de transporte também serão beneficiados com créditos, sendo necessário a aquisição do Bilhete Único.

“Nosso foco é desafogar o sistema de transporte público, hoje totalmente saturado, e diminuir o número de carros nas ruas. Se conseguirmos que 20% das pessoas utilizem a bike como meio de transporte teremos menos congestionamentos e uma melhora geral na mobilidade urbana. Além de todas as vantagens que a bicicleta traz: promove a saúde e não polui o meio ambiente”, diz afirmou o vereador, autor do PL.

Os créditos adquiridos com o uso da bicicleta poderão ser utilizados em serviços de manutenção, compra de peças e acessórios, aquisição de uma nova bike ou pagamento de serviços públicos como conta de água, luz, locação de bicicletas, etc.

O PL vai para sanção do Prefeito de São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here