Home Notícias Campeonatos Ciclistas sofrem colapso com calor de 40ºC em mundial do Catar

Ciclistas sofrem colapso com calor de 40ºC em mundial do Catar

724
0
COMPARTILHAR
nzo Wouters desmaiado e sendo amparado por seu companheiro (Foto- Tim de Waele:Corbis)
nzo Wouters desmaiado e sendo amparado por seu companheiro (Foto- Tim de Waele:Corbis)
Curta nossa página no Facebook

Ciclistas de todo o mundo estão indignados com a União Ciclística Internacional (UCI) por promover o Campeonato Mundial de ciclismo em Doha da modalidade estrada em Doha, no Catar. O torneio que acontece neste mês de outubro, está registrando temperaturas muito altas, batendo nos 40 graus, que está deixando ciclistas experientes no chão literalmente por colapso causado pelo calor.

O primeiro caso aconteceu com o belga Enzo Wouters, que precisou ser amparado por seu colega de equipe Guillaume Seye, que notou seu companheiro “ficar fraco”. Ele desmaiou após competir por mais de 3 horas debaixo do sol do deserto do Catar na categoria sub-23. Wouters, de 20 anos, terminou a prova três minutos depois do vencedor Krisoffer Halvorsen, da Noruega, em um percurso de 166km com sol escaldante. O atleta recebeu primeiros socorros e, somente após receber fluídos na veia e tomar banho de gelo, ficou recuperado, mas não conseguiu se lembrar do que aconteceu antes de apagar, após cruzar a linha de chegada.
– Imediatamente após o término da prova, eles jogaram água e gelo em mim, mas eu já estava tremendo. De qualquer forma, não tenho lembranças do que ocorreu depois da linha de chegada – falou ao site especializado “Cycling News”.

Depois, foi a vez do norueguês Iver Kotten sucumbir às altas temperaturas do local. O atleta da categoria júnior ficou desidratado e exausto, como contaram membros de seu time ao site “Cycling Today” e teve um colapso. Num vídeo que circula pelo Twitter (que você confere abaixo), com imagens fortes, Kotten aparece tremendo no chão sofrendo convulsão. O atleta passa bem, segundo a Federação Norueguesa de Ciclismo, após receber atendimento médico.

A UCI nega que as baterias estejam acontecendo em “zonas de risco” para o calor, apesar dos casos registrados. A competição no Catar teve seu calendário atrasado a fim de evitar o verão, que acontece em Doha entre os meses de maio a setembro. Além dos dois atletas que sofreram colapsos, na prova feminina, disputada nesta sexta-feira, não foi diferente. Felizmente, nenhuma das atletas apresentaram convulsões após a prova, no entanto, as ciclistas terminaram o percurso em condições quase críticas.

Em 2017, o torneio vai acontecer em Bergen, na Noruega. Em 2018, ele será disputado em Innsbruck-Tirol, na Áustria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here