e-MTB Orbea Rise surpreende com modelo que pesa 16,5 Kg

e-MTB Orbea Rise com motor elétrico Shimano EP8 RS

A fabricante de bicicletas espanhola Orbea lançou ontem (22) a e-MTB Orbea Rise, uma mountain bike elétrica full suspension com o novo motor de assistência elétrica Shimano e muitas novidades para quem mira uma MTB elétrica Trail.

Motor Elétrico Shimano EP8

Um dos destaques da Orbea Rise é o motor elétrico Shimano EP8 ou Shimano STEPS DU-EP800, que como visto aqui, traz uma série de melhorias em relação ao modelo anterior – VEJA MAIS DETALHES AQUI!

Além das melhorias do EP8 original, a Orbea trabalhou em conjunto com a Shimano para ajustar o motor elétrico de acordo com as necessidades da fabricante espanhola, que o rebatizou de EP8 RS (em referência a RiSe).

O resultado desse trabalho fez o motor elétrico EP8 baixar o torque máximo de 85 Nm para 60 Nm, fazendo com que a atuação da assistência torne a pedalada mais natural.

Apesar da diminuição do torque do motor EP8 RS os ciclistas de Trail pouco notarão a redução, já que a potência máxima é acionada, principalmente, nas partidas, subidas e acelerações.

E é esse detalhe que torna a condução na Orbea Rise bem mais natural que as demais bicicletas elétricas da mesma categoria, como a Specialized Turbo Levo SL e até mesmo nas bikes equipadas com o mesmo motor Shimano EP8.

e-MTB não traz ciclocomputadores para não tirar foco de ciclistas

Interessante ver que a Orbea não adotou o ciclocomputador que completa o kit do EP8. A Orbea equipou a Rise com um pequeno Dongle instalado entre os botões de controle do motor elétrico e o EP8 RS, informando apenas a capacidade da bateria.

No portal da e-MTB Orbea Rise a fabricante destaca o uso de acessórios que se conectam ao motor elétrico Shimano EP8 RS e fornecem informações de todo o sistema, como smartwatches e ciclocomputadores Garmin Edge 1030 Plus.

Falando em bateria, a mesma fica instalada no Downtube, com capacidade de 360 Wh e pode chegar a 612 Wh com uma bateria externa que pode ser instalada no local da garrafa de água.

A carga extra pode, em teoria, proporcionar uma autonomia de 8 horas de uso do motor elétrico ou encarar uma subida de 4.000 m de altitude em modo Eco.

Quadro e Geometria da e-MTB Orbea Rise

A Orbea concebeu um quadro com as fibras de carbono Orbea Monocoque RaceOMR – para a Rise, material com características de maior resistência e maior peso em relação ao material OMX adotado na MTB hardtail Orbea Alma.

Quadro Orbea Rise com carbono OMR
Quadro Orbea Rise com carbono OMR

Apesar de ser o material mais pesado, a Orbea fez bem a lição de casa e conseguiu deixar o quadro da e-MTB Rise com apenas 2.300 kg sem o shock da suspensão traseira, motor e bateria.

O quadro de carbono da Orbea Rise é tão estreito que nem parece estarmos falando de uma e-MTB com seus tubos reforçados e, consequentemente, largos.

Toda essa engenharia na e-MTB faz o modelo topo de linha Orbea Rise M-LTD pesar incríveis 16,5 Kg, a mountain bike full suspension elétrica mais leve do mercado.

O segundo modelo da gama, a Orbea Rise M-Team pesa 18,8 Kg.

O shock traseiro escolhido para equipar as Orbea Rise é da Fox com 140 mm de curso. Os garfos de suspensão são da Fox também mas com cursos diferentes, de 140 ou 150 mm, dependendo do modelo, que alteram sutilmente a geometria da mountain bike elétrica.

Quadro e Geometria Orbea Rise
Quadro e Geometria Orbea Rise

O modelo Rise M-LTD é equipado com garfo de suspensão com curso de 140 mm, enquanto os demais modelos com 150 mm de curso.

Modelos da e-MTB Orbea Rise

ORBEA RISE M-LTD

Orbea Rise M-LTD
Orbea Rise M-LTD

ORBEA RISE M-TEAM

Orbea Rise M-TEAM
Orbea Rise M-TEAM

ORBEA RISE M-10

Orbea Rise M-10
Orbea Rise M-10

ORBEA RISE M-20

Orbea Rise M-20
Orbea Rise M-20

Via Orbea