MTB Festival: Jhefferson Paiva e Luma Diniz são campeões brasileiros de E-Bike de 2020

MTB Festival - E-Bike

Assim como na primeira edição do MTB Festival, no ano passado, a disputa de E-Bike foi a responsável por dar início ao Campeonato Brasileiro de Mountain Bike 2020 no Instituto Mairiporã, na manhã desta sexta-feira (30). Após quatro voltas completadas na pista de 4.678 m de extensão e 193 m de altimetria, que também será utilizada no XCO (Cross Country Olímpico), o mineiro Jhefferson Paiva e a fluminense Luma Diniz (4Fun Bike Center) sagraram-se campeões nacionais da modalidade.

O enredo de ambas as disputas, masculina e feminina, foi bastante parecido, com Jhefferson Paiva e Luma Diniz assumindo a liderança na primeira volta e administrando suas vantagens até o fim, sem que seus adversários conseguissem os ameaçar. Entre os homens, completaram o pódio Juliano Cocuzzi (Lar) e Diego Knob (Sense Factory Racing). Já no feminino, o top 3 teve ainda Isabella Ribeiro (Specialized Racing BR) e Stefanye Lindolfo (Time Hoffmann).

Natural de Araguari, no Triângulo Mineiro, Jhefferson Paiva contou com o apoio de seu pai para viajar a São Paulo e disputar a competição. “Na verdade a bike que usei é do meu pai. Eu vi que ia ter o Brasileiro e comecei a treinar lá na Represa de Araguari. E a nossa sorte foi que lá também começou a chover nesses tempos, então deu uma preparada boa. É muito gratificante ser campeão brasileiro. Vim treinando mesmo com a pandemia, para o MTB Festival. Foi a primeira vez competindo de E-Bike, então foi ótimo o resultado”, comemorou Jhefferson, de 23 anos.

O ciclista mineiro começou a pedalando aos 9 anos, para competir pela primeira vez com 10, sendo líder do ranking brasileiro em sua categoria à época. Após um tempo parado, Jhefferson está voltando para as competições. “Gostei bastante da pista, bem técnica, com descidas muito legais. Sofri mais nas subidas, porque tinha que controlar muito a roda traseira pra não escorregar, inclusive logo na largada. Quem for pedalar no final de semana vai curtir bastante”, avaliou.

A disputa feminina
Ciclista há apenas cinco anos, Luma Diniz, de Resende-RJ, começou a praticar o mountain bike e se adaptou com maior facilidade por ter sua origem esportiva no motocross. Após ser incentivada por vários amigos que praticavam a modalidade em sua cidade, resolveu se dedicar ao MTB. “Comecei a treinar de um jeito certo, com treinador, e tenho evoluído bastante, não só na parte técnica e de força, mas também no treino mental também”, contou Luma, de 27 anos
.
E a conquista não veio fácil. Luma levou duas quedas, uma na primeira volta e outra no Escorpião, na última volta. “Estou muito feliz com esse título. Tem pouco tempo que pedalo, mas isso nunca foi um empecilho. Mesmo com a pandemia, eu não desanimei. Continuei treinando. Em alto rendimento, demora anos para evoluir a performance, por isso aproveitei para treinar durante esse período de pandemia, especialmente em trilhas técnicas com a e-bike”, relatou. “Esse título é muito importante pra mim. É o segundo ano de Campeonato Brasileiro de E-Bike e estou muito feliz de escrever meu nome na história. Após cair na primeira volta, mantive a calma e pensei ‘espera que ainda tem quatro voltas’. E continuei pedalando, só olhando pra frente. Fui até o fim sem olhar pra trás”, concluiu.

Brasileiro de Short Track nesta sexta
No período da tarde desta sexta-feira (30), os campeões do Short Track (XCC) serão conhecidos em Mairiporã. Com transmissão ao vivo no canal de TV BandSports e também pela RedBull TV, serão realizadas as disputas feminina e masculina, às 13h e 14h, respectivamente. Entre os homens, nomes como Henrique Avancini, Luiz Cocuzzi e Guilherme Muller são os favoritos, enquanto no feminino Raiza Goulão e Letícia Cândido têm o favoritismo, com a jovem Giuliana Morgen correndo por fora, mas com boas chances de surpreender suas rivais mais experientes.

Pódio do Campeonato Brasileiro de MTB E-Bike:

1-Jhefferson Paiva – 51min39seg005
2-Juliano Cocuzzi – 52min36seg933
3-Diego Knob – 52min55seg033

1-Luma Diniz – 58min05seg916
2-Isabella Ribeiro – 1h01min00seg038
3-Stefanye Lindolfo – 1h02min33seg057

Transmissão ao vivo
Embora o evento seja completamente fechado ao público, devido às restrições por conta da pandemia da Covid-19, os brasileiros poderão acompanhar ao vivo a emoção das competições ou pela TV, nos canais Band (TV aberta) e BandSports (TV fechada), ou também pela RedBull TV. Ambas as competições do XCC e XCO (apenas elite feminina e masculina) na sexta e sábado, terão as transmissões da BandSports e da RedBull TV. Já no domingo (1º), o Downhill será transmitido pelo Bandsports e pela TV Band, às 10h.

Detalhes das pistas
As disputas do Campeonato Brasileiro de Mountain Bike são realizadas em dois circuitos no Instituto Mairiporã: Uma com 4.678 m de extensão e 193 m de altimetria por volta, para E-Bike e XCO, a outra a do Short Track, com pista exclusiva para a disputa da modalidade, com a extensão de 1.680 m e 48 m de altimetria por volta.

Programação completa
A programação completa do MTB Festival 2020 está disponível no site do evento: https://mtbfestival.com.br/.

Evento fechado
As regras essenciais para a entrada na arena serão válidas para todos. O uso de máscara é obrigatório em toda a arena e durante todo o evento, e para a entrada é necessária a apresentação do exame de PCR para Covid-19